Amamentação e Ômega 3

Pouca gente sabe mas a suplementação dos ácidos graxos ômega 3 e 6, principalmente o ômega 3, deve continuar após o nascimento do bebê, durante a amamentação.

A suplementação é essencial pois não somos capazes de produzi-los. Através da alimentação, poderíamos garantir esses estoques, ingerindo peixes como salmão, atum e bacalhau. No entanto, é preciso ter cuidado ao comprar esses peixes e ter conhecimento de sua procedência, visto que podem ter mercúrio, um metal extremamente tóxico ao nosso organismo. No controle de qualidade, diversos serviços de fiscalização trabalham para que apenas peixes com níveis baixos desse metal sejam vendidos. Porém, infelizmente ainda é muito difícil garantir a qualidade dos peixes e ter certeza que seus níveis de mercúrio são extremamente baixos, a ponto de serem seguros para serem consumidos na quantidade necessária para a mãe que amamenta.

Calma! Não precisa parar de consumir esses peixes!!! As porções consumidas, sem a pretensão da suplementação integral do ômega 3, são seguras. Mas para garantir estoques dos ácidos graxos, o Food and Drug Administration (FDA), agência federal do departamento de saúde dos Estados Unidos, desaconselha para mulheres grávidas ou em amamentação que consumam toda quantidade de peixe necessária para garantir a suplementação de ômega 3 e 6. A recomendação atual defende que precisaríamos ingerir 2-3 porções de peixes com baixos níveis de mercúrio toda semana.

A alternativa segura? Suplementar cápsulas do óleo de peixe.

Beneficios do Ômega 3

O ômega 3 representa a família de ácidos graxos que são primordiais para formação do sistema nervoso central, olhos e sistema imune fetal. Ainda, estudos mostram que ele influência o desenvolvimento da cognição infantil. Após o nascimento do bebê, as reservas maternas são depletadas durante a amamentação e a suplementação se faz necessária visto que o desenvolvimento do sistema nervoso é crítico até os 2 anos de idade.

Consensos internacionais sugerem a ingestão de 300-600 mg of DHA por dia para grávidas e lactantes. Converse com seu obstetra e com seu pediatra sobra a suplementação.

Foto: cedida pela querida Bruna, mãe do Miguel e da Helena

Fontes

Academia Americana de Pediatria

American Pregnant Association

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da conversa?
Fique à vontade e participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *