Os Bebês e a Fimose

A Fimose ocorre quando a pele do prepúcio ao ser puxada não expõe a cabeça do pênis, conhecida como glande. Até 96% dos meninos nascem com fimose devido aderências fisiológicas entre a pele do prepúcio e a glande. Com o tempo, naturalmente ocorre descamação e secreção granular, permitindo gradual separação entre os tecidos aderidos.

Na foto da esquerda observamos a pele na extremidade do penis solta e que é retrátil. Na foto da direita a pele está bem aderida e não será retraída.

A maioria das crianças é assintomática. As vezes, é possível notar formação de “bolsas” chamadas balonamentos miccionais, quando a urina fica retida na bolsa do prepúcio para depois ser expelida.

Sempre precisa de cirugia?

Os pais podem acalmar o coração: a intervenção cirúrgica não é necessária para a resolução da fimose na grande mariotia dos casos. Esta evolução acontecerá, de forma natural, em 90% dos casos até os três anos de idade e em 99% até a adolescência. Em alguns casos, antes da indicação da cirurgia, alguns pacientes podem se beneficiar do uso de pomadas específicas. A partir daí, caso não resolva ou o bebê apresente complicações decorrentes da fimose, como infecções de urina e infecções locais de repetição, a cirurgia pode ser necessária.

Na hora da higienização, basta apenas lavar com água e sabão sem nenhum outro produto extra para limpeza local. 

Sinais de atenção diante de fimose:

  • A pele recobre totalmente e bloqueia a glande, causando dificuldade para urinar e dor
  • Sangramentos
  • Infecção local de repetição
  • Infecção de urina de repetição

Lembre-se: a fimose faz parte do desenvolvimento da criança e a maioria irá resolver naturalmente. Manobras vigorosas e forçadas de retrair a pele e expor a glande podem machucar a criança e piorar a fimose. Uma situação emergencial é a parafimose quando o prepúcio é retraído forçadamente e não pode ser devolvido à posição inicial, aprisionando o pênis e diminuindo circulação normal do fluxo de sangue. Nessa situação os sinais e sintomas incluem: dor, inchaço, alteração da coloração da glande ( vermelha ou azulada). Avise seu médico imediatamente nessa situação.

Bibliografia de Apoio 

Academia Americana de Pediatria 

Periódico Rev. Bras. Cirurgia 

Sick Kids Hospital of Canada 

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da conversa?
Fique à vontade e participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *